Hermusche           PAINTING    DRAWING    GRAPHIC    DESIGN    ENVIRONMENT    MAIN EXHIBITIONS    BIO   






2010 - A CIDADE ATRAVES DAS JANELAS - THE CITY SEEN THROUGH THE WINDOWS

MAIN EXHIBITIONS  


A coleção A CIDADE ATRAVES DAS JANELAS é uma coleção de 64 desenhos de grande formato( 70 x 210 cm , 100 x 240 cm), realizadas em crayon óleo sobre papel canson dentro da mais pura tradição do desenho.


NOITES BRASILIANAS    Severino Francisco


Certa vez, ao me ouvir falar que considerava os desenhos que Hermusche realizou sobre as noites de Brasília, na década de 1980, um dos melhores registros visuais sobre a cidade, uma amiga elegante e generosa me ofereceu uma obra do artista.?Mas, você não gosta do desenho do artista?? perguntei. E ela respondeu: Adoro, mas acho que você ainda gosta mais. Declinei da gentileza, pois, na verdade, o que me preocupava era o fato daquele belo trabalho sair de circulação e ser destituído da história da cidade.

            Por isso, com prazer recebi a notícia que Hermusche montaria uma nova exposição e lançaria um álbum com reproduções de sete desenhos da série. Hermusche integra uma geração que se empenhou em empreender pesquisas no sentido de criar uma identidade musical, poética, cinematográfica e visual para Brasília, uma cidade artificial e que teve sua história atropelada por um regime militar. Uma cidade que se apresentava como um território livre ou um papel em branco a ser ocupado, demarcado e sinalizado.

            O espaço em que Hermusche se move é o das noites brasilianas e o seu posto de observação é a janela do apartamento, do ônibus ou do seu carro em movimento. Se a gente comparar a noite de Brasília com a de outras capitais vai constatar muitas diferenças. A de São Paulo, por exemplo é o caos de maquinas, ruídos, sirenes e luzes. Na ?Prece do mineiro do Rio?, Carlos Drummond de Andrade escreveu que era uma cidade onde ?voz e buzina se misturam?.

             A noite de Brasília é silenciosa e espacial. Por isso,  mesmo no horário de rush, o barulho dos carros soa como algo espectral. É essa atmosfera que Hermusche capta em seus desenhos. Ele se deixou marcar e deixa também a asua marca na cidade. A Brasília concisa e derramada, concreta e sideral, concebida por Lucio Costa e Oscar Niemayer, é refratada sob as luzes dos carros, dos postes e dos letreiros luminosos dos shopping centers. É uma estética neon-concreta.

         Esta mirada sobre Brasília poderia resvalar perigosamente para o território da arte pop ou da assepsia publicitária. Mas Hermusche dribla a armadilha com muita habilidade. Ele redesenha Brasília com algo do gesto visceral do grafite, das granulações de vídeo, das rasuras do traço e da inconclusão de um esboço. Há algo de erro nesses desenhos que humaniza Brasília. O que reponta nas noites brasilianas de Hermusche é uma outra Brasilia refundada em cima da Brasilia criada por Lucio Costa e Oscar Niemayer: cinética, eletromagnética, lisérgica impressionista e expressionista. É uma Brasília espectral sob o bombardeio das luzes da cidade. 

Hermusche injeta uma alma elétrica na paisagem silenciosa e noturna de Brasília.

 


Berlin
Revaler Strasse 7, 10245
Berlin, Germany
Fine Art Prints available formats | Formatos disponíveis

137 x 240 cm | 58 x 96 inches
120 x 210 cm | 48 x 84 inches
100 x 175 cm | 40 x 70 inches
85 x 150 cm   | 34 x 60 inches
57 x 100 cm   | 22 x 40 inches
40 x 70 cm     | 16 x 28 inches